Projeto Mulher, Filha & Mãe      Sensibilizar e Intervir na ansiedade e depressão na gravidez e pós-parto    

Autora do Projeto

Ana Vale

Enfermeira 

Finalista da Especialidade e Mestrado de Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria 


Apesar de ser Licenciada em Enfermagem desde 2011, e de ter feito uma parte do meu percurso no âmbito da prestação de cuidados de enfermagem gerais na área do adulto e do idoso, foi a passagem por uma experiência desenvolvimental, com profundo significado na minha vida, que me trouxe até aqui. Fui mãe em 2014, e com a chegada da minha bebé, chegou também um vasto leque de reflexões, pesquisas e estudos, que até então nunca tinham emergido como tão relevantes, relacionados com a saúde mental perinatal.

Neste seguimento, fundei o blogue "Mulher, Filha & Mãe" em Fevereiro de 2015 com o intuito de sensibilizar para a saúde mental perinatal e promover o debate sobre o tema sem tabus. 

Com a desenvoltura e mediatização do espaço veio também a necessidade de adquirir mais conhecimentos e competências, motivo pelo qual ingressei na Especialidade e Mestrado de Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria, tendo também iniciado o meu caminho na esfera do empreendedorismo social. Um percurso que em muito me ajudou a desenvolver as competências necessárias para lidar com os vários pedidos de ajuda que frequentemente me chegam através do blogue, e que pretendo continuar.

Paralelamente à realização da especialidade, tenho-me dedicado ao desenvolvimento do Projeto Mulher, Filha & Mãe através do qual já recebi dois prémios, e motivo pelo qual, já estive presente em vários encontros de cariz científico, como poderão consultar aqui, como poderão verificar ao explorarem o site.

Para além do Projeto Mulher, Filha & Mãe, e enquanto trabalho final de mestrado, desenvolvi também um programa de apoio para mulheres com alterações emocionais no pós-parto no âmbito da especialidade de enfermagem em saúde mental e psiquiatria, ao qual tenho dado cada vez mais espaço e expressão.

Contudo, e apesar de muito já ter aprendido e absorvido, considero que ainda tenho um longo percurso a fazer no sentido do trabalho em prol das mulheres e respetivas famílias que em muito sofrem, todos os dias, com problemas do foro da saúde mental perinatal. O caminho é longo, mas faz-se caminhando. E se caminharmos juntos neste sentido, de certo que iremos mais longe!

Desenvolver este projeto, é para mim um contributo para a área, tentando preencher uma lacuna já há muito existente e que se prende com a ausência de uma resposta estruturada e focada nas problemáticas inerentes à saúde mental perinatal. Mais do que uma ocupação profissional, desenvolver este projeto é uma missão à qual me tenciono dedicar com o máximo de afeto, profissionalismo e empatia possível.

Podes pedir apoio aqui!